BOAS PRÁTICAS NA CASA ESPÍRITA

Uma simples ideia pode transformar nossa casa espírita.

Estamos em busca de BOAS PRÁTICAS NA CASA ESPÍRITA que possam ser compartilhadas por todos. Ações criativas, que com o empenho e perseverança de trabalhadores, transformaram dificuldade em oportunidade de crescimento, expansão ou construção.

Boa prática também pode ser uma inovação na forma de utilização de alguma ferramenta ou algo que agregou aos trabalhos/cursos/atendimentos da casa.

A proposta é que o conhecimento e aprendizado sejam compartilhados e construídos através da troca de experiências. Para isso acontecer, precisaremos da participação de todos!

Veja alguns exemplos de temas que podem ter sido resolvidos através de uma boa ideia em sua casa e que pode ser compartilhado com todos:

• Divulgação da casa e dos trabalhos (de forma criativa);
• Soluções para arrecadação de fundos;
• Problemas nos cursos (escolas, mocidades, etc., como resolver?);
• Abertura de um trabalho nunca imaginado na casa;
• Eventos de engajamento (para participação de servidores, alunos e assistidos);
• Cursos complementares (que não estão inseridos no Vivência);
• Tratamento diferenciado para acolhimento aos assistidos;
• Uma aula diferente sobre um tema mais difícil ou uma dinâmica de sucesso para implantação de caderneta/caderno de temas/introdução ao trabalho social;
• Uma forma/ação diferente de relacionamento com vizinhos/comunidade próxima a casa;
• Solução para o problema de faltas e evasão de alunos/assistidos;
• A casa dentro da Regional (atividades participativas);
• Abertura de novas casas;
• Parcerias com casas próximas.

Envie o material explicativo para o e-mail comunicacao@alianca.org.br em formato de word (no máximo 1 pág.) sobre a boa prática contendo:
• Resumo da dificuldade a ser sanada na época;
• Solução;
• Como foi realizada a ideia;
• Resultados obtidos.

Uma vez por mês colocaremos no blog do site da Aliança algumas práticas.

Entre nessa e compartilhe as boas práticas de sua casa!
Aproveite para conhecer as histórias, quem sabe não é uma parecida com a sua.