skip to Main Content
Coelho Bota Ovo

Hoje em nossa “Formação Continuada”, reflexões a respeito da Páscoa e seus rituais de comemoração. Qual o sentido da Páscoa na Evangelização Infantil espírita?

Coelho bota ovo?

Vem se aproximando a Páscoa e os evangelizadores, querendo aproveitar a época para explicar o que isso significa, começam a preparar desenhos, lembrancinhas, coelhinhos… Tudo para transmitir a ideia do significado da data. E é aí que começa a grande confusão na cabeça daquelas crianças mais observadoras e espertas.

– Tia, nesse desenho que você está mostrando tem um coelho e um montão de ovos! Minha mãe me ensinou que quem bota ovo é galinha! Coelho também bota ovo?

– Não, meu querido, coelho não bota ovo. Sua mãe está certa, geralmente são as aves que botam ovos: galinha, pomba, passarinho, pata…São as aves que botam ovos.

– Então… por que esse coelho está aí com esses ovos? E ainda de chocolate!

– Bem, é uma tradição, uma representação, um símbolo para explicar o significado da Páscoa…

– Não entendi… O que que isso tem a ver? Você falou de Jesus, aí apareceu esse coelho, que não bota ovo, mas está aí segurando esses ovinhos de chocolate… Não entendi!

Nossa tarefa como evangelizador é esclarecer para a criança o significado de certas comemorações religiosas de maneira simples, dentro de seu entendimento, mas sem fugir dos postulados da Doutrina Espírita. Fidelidade à mensagem Espírita é um dos requisitos do bom evangelizador! Primeiro, precisa ficar bem claro para o evangelizador espírita que o espiritismo não “comemora” a Páscoa. Mas é fundamental explicar que Jesus, com seu aparecimento depois de três dias de ter sido morto, quis demonstrar a seus discípulos a existência da imortalidade.

Como o espiritismo não possui rituais, nem proibições de comidas ou de trabalho, a Páscoa é a época de lembrar mais uma vez a necessidade da “libertação do homem velho”, no dizer de Celso Martins para que, refletindo no exemplo de Jesus, possa nascer o “Homem Novo”.

Em vez de nos agarrarmos às exterioridades das celebrações pascais, aproveitemos para buscar a essência da data. Uma época para tentarmos mudar alguns dos nossos hábitos, ser menos egoístas, mais caridosos e amigos com todos os que nos rodeiam. Essa é a verdadeira mensagem que Jesus nos deixou: a certeza de que estará sempre ao nosso lado, cuidando do nosso orbe e de cada um de nós, auxiliando-nos no reerguimento, após cada uma de nossas quedas.

E o coelho? E os ovos? Explique o que representam, mas, principalmente aos pequenos, esclareça que Jesus não está “visível”, mas sempre está junto a nós, como o ar que respiramos.

Comemoremos, então, uma “outra” Páscoa. Não a do chocolate ou a do sofrimento, mas a Páscoa da “libertação”, refletindo na própria transformação, a reforma interior, a Páscoa da valorização da própria vida na certeza da imortalidade.

Sandra Regina Pizarro

C.E. Vinha de Luz – Regional SP Centro

Equipe de Apoio à Evangelização Infantil

This Post Has 2 Comments
  1. Sandra, que lindo e claro o seu texto. Confesso que me remeteu à borboleta, animal que para mim simboliza a transformação! Agradeço por ter compartilhado seus conhecimentos com tanta simplicidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top